Neste ano, os alunos do Ensino Médio tiveram um contato muito próximo com a cultura indígena. O tema “Cultura e povos indígenas”, trabalhado durante o Sarau 2019, trouxe para a comunidade Uirapuru enriquecimento cultural, entendimento e, principalmente, respeito aos nossos ancestrais. Dando início ao Sarau 2019, no dia 4 de outubro, no Auditório Uirapuru, os alunos participaram de uma bate-papo com Daniel Muduruku. Filho da etnia indígena mundurucu, Daniel é Doutor em Educação pela USP, Pós-Doutor em Literatura pela Universidade de São Carlos e autor de 52 livros. Ele trouxe uma nova visão, desconstruindo o imaginário da população em relação à palavra “índio” e sua carga simbólica. Segundo Daniel, a palavra “índio” remete a uma visão romântica do “índio” que vive no meio do mato, ou então do “índio” preguiçoso. Ele defendeu o uso da palavra indígena, que significa “nativo”.

Foi um encontro que ampliou a visão dos jovens a respeito da diversidade indígena. “Por exemplo, quando comemoramos o Dia do Índio, estamos comemorando uma ficção. A figura com pintura no rosto, uma pena na cabeça, vivendo dentro de uma oca em forma de triângulo é uma ideia folclórica e preconceituosa. Somos muito mais que isso”, explicou Munduruku. Foi uma oportunidade única para os jovens do Ensino Médio. Momentos de reflexão, entendimento e, principalmente, valorização e respeito à nossa cultura. 

Confira alguns momentos da vinda de Daniel Munduruku ao Auditório Uirapuru: