Prof. Jean Cardoso

 

As reações químicas estão sempre presentes em nosso cotidiano, como por exemplo no funcionamento de um carro, ao cozinhar uma refeição e, neste exato momento, enquanto você lê esse texto, várias reações químicas acontecem dentro de seu corpo.

Durante séculos, cientistas do mundo inteiro tentaram descrever as transformações que ocorriam na natureza e responder o porquê de certas coisas mudarem de textura, gosto ou cor. Um cientista chamado Antoine Lavoisier estudando a combustão de algumas substâncias descobriu que, ao contrário do que se imaginava, ao queimar algo como o fósforo, a massa dele não diminuía, mas aumentava. Isso o fez concluir que havia alguma coisa no ar que se juntava ao fósforo. Sendo assim, ele concluiu que a matéria que vemos é constituída de elementos químicos e que estes não podem ser criados e nem destruídos, mas rearranjados de maneiras diferentes.

Os estudantes do 9⁰ ano, para testar essa ideia descrita por Lavoisier, misturaram em um recipiente: vinagre e bicarbonato de sódio. Primeiramente, divididos em grupos, eles mediram a massa desses dois reagentes separadamente e fizeram a soma delas em uma folha. Segundo a lei da conservação da massa, ao misturar essas duas substâncias, a massa final obtida deverá ser a mesma. Entretanto, no laboratório, ao misturar vinagre e bicarbonato, a massa medida ao final era menor. Os alunos então foram confrontados com a teoria e tinham que pensar no que aconteceu durante a reação química.

A resposta encontrada era simples: a reação gerou gás carbônico (CO2) observado pelas bolhas formadas. Esse gás saiu do recipiente diminuindo a massa medida. Para que a massa final não fosse diferente da soma realizada, os estudantes concluíram que é necessário tapar o recipiente antes da reação acontecer.

Mudando a cor

Quando uma substância muda de cor é porque uma reação química aconteceu. Em outro momento, os alunos realizaram uma segunda atividade experimental. Ainda no terceiro bimestre, os alunos do 9⁰ ano aprenderam sobre ácidos e bases. 

Novamente no laboratório, eles foram desafiados a identificar três substâncias: água sanitária, vinagre e bicarbonato de sódio em água. Essas três amostras eram transparentes, sendo assim, apenas pela aparência não era possível identificá-las. 

Utilizando um indicador de pH extraído da beterraba, os alunos misturaram o indicador às três substâncias, obtendo três amostras de cores diferentes. Conhecendo as características ácido-base das substâncias e sabendo a escala de cores do indicador de beterraba, os alunos puderam identificar as três amostras.

Confira algumas fotos desses experimentos incríveis realizados pelos alunos:

Usamos cookies para coletar informações sobre como você interage com nosso site, permitindo melhorar e personalizar sua experiência de navegação e realizar análises e métricas sobre nossos visitantes. Para obter mais informações, leia nossa Política de privacidade. Ao clicar em Eu concordo, você aceita a utilização desses cookies.

Configurar ou Rejeitar Aceitar todos