Colégio foi um dos selecionados pela equipe norte-americana

Na quarta-feira, dia 29 de maio, o Colégio Uirapuru recebeu a equipe de profissionais da ONG Khan Academy. Em visita ao Brasil, os responsáveis pela plataforma digital conheceram algumas escolas, que já utilizam os conteúdos de Matemática, Ciências e Engenharia, Economia e Finanças e Computação. O objetivo principal é observar, entender de que maneira vem sendo aplicado o conteúdo, quais os resultados e, principalmente, aprender sobre a cultura educacional no Brasil, aprimorar e sanar possíveis lacunas. A equipe Khan Academy que veio ao Brasil, liderada por Ginny Lee - presidente e diretora de operações - era formada por profissionais responsáveis por diversas áreas: engenharia, gestão, evolução, conteúdo, software, produto, design e pesquisa de usuário. Estiveram acompanhando a visita também a gerente de conteúdo da Khan Academy no Brasil, Amanda Campos Lopes e profissionais da Nuvem Mestra, empresa que assessora o Uirapuru desde desde 2017, ano que o Colégio implementou o Google For Education. Neste ano, depois de firmada a parceria entre Khan Academy e Nuvem Mestra, os professores do Colégio participam de diversas formações do Khan para explorar os benefícios da ferramenta.Os profissionais foram recepcionados com um café da manhã no Espaço Cultural, pela equipe pedagógica do colégio. Na sequência, os grupos se dividiram. O diretor Renato Fonseca, falou sobre a alegria em recebê-los e conversou um pouco sobre a história e como se dá a administração da escola. Segundo Renato, o Colégio investe em tecnologia educacional, mas sente que o material físico ainda é muito forte no Brasil. "É um trabalho importante, fazemos um trabalho de educação digital para que os alunos e responsáveis se beneficiem ao máximo do que essa tecnologia pode oferecer. A mudança é lenta e gradativa, mas ainda temos que quebrar este paradigma. O que a Khan oferece nos possibilita ter um material dinâmico, ágil e proveitoso para os alunos” explica. Diante desta realidade, a presidente da Khan, Ginny Lee, demonstrou interesse em criar funcionalidades no aplicativo para que as famílias participem deste momento. No Espaço Cultural as equipes se dividiram. Um grupo conversou com o diretor Arthur Fonseca Filho e o outro observou uma aula com os alunos trabalhando com Khan no Chromebook. Arthur fez um histórico da instituição e reforçou o papel da escola. "A Escola não mudou. A escola é perene. Somos responsáveis pelos processos de leitura, interpretação de texto e matemática. Mas devemos entender que tecnologias podem ajudar professores e alunos. Buscamos processos de capacitação para utilizar da melhor maneira possível as tecnologias. O Brasil passa por um grande problema que é o uso indevido dos celulares, crianças de sete anos já acessam todo o conteúdo, sem regras e limites. É preciso aprender a lidar com todas essas transformações”, diz Arthur. sobre o planejamento pedagógico, tarefas e monitoramento das atividades. Foi uma manhã rica em aprendizados e trocas de experiências. Sobre a Khan Academy: A Khan Academy oferece exercícios, vídeos de instrução e um painel de aprendizado personalizado que habilita os estudantes a aprender no seu próprio ritmo dentro e fora da sala de aula. Abordamos matemática, ciência, programação de computadores, história, história da arte, economia e muito mais. Nossas missões de matemática guiam os estudantes do jardim de infância até o cálculo, usando tecnologias adaptativas de ponta que identificam os pontos fortes e lacunas no aprendizado. Também temos parcerias com instituições como a NASA, o Museu de Arte Moderna, a Academia de Ciências da Califórnia e o MIT para oferecer conteúdo especializado. - Fonte: www.https://pt.khanacademy.org/

 

 Para mais informações acesse o site www.https://pt.khanacademy.org/ ou baixe o APP Khan Academy.

 

Confira alguns momentos da visita da Khan Academy ao Colégio Uirapuru: