Atento à necessidade de contribuir para a educação digital, o Colégio Uirapuru firmou uma parceria com a empresa Nethics Educação Digital. Considerada uma das empresas pioneiras em educação digital, possui em seu quadro de profissionais os maiores especialistas no assunto. Seu trabalho é voltado para que crianças e adolescentes entendam sobre o uso ético da internet, firmando assim comportamentos positivos e saudáveis diante das tecnologias da informação e comunicação.

Em 2017, o Colégio Uirapuru trará um Ciclo de Palestras para complementar os projetos desenvolvidos pelos professores com os alunos ao longo do ano. Nessas palestras, pais, alunos e colaboradores receberão informações importantíssimas sobre direito digital, penalidades e responsabilidades de pais diante de delitos na internet, influência da internet na vida pessoal e profissional dos jovens, cyberbullying, o impacto da internet na saúde mental e física das crianças, entre outros.

Além das palestras, durante todo o ano os alunos ainda terão material, atividades e oficinas relacionadas com o aprendizado sobre o mundo tecnológico. 

Para finalizar o Ciclo de Palestras - 1º semestre, daremos início ao tradicional evento Jornada Papel de Pai, Papel de Filho 2017. A palestra será no dia 30 de março, às 19h30, no Ipanema Clube, ministrada pela médica Dra. Evelyn Eisenstein. O tema será "O impacto das NTICs (Novas Tecnologias de Informação e Comunicação) na saúde física e mental das novas gerações: como encontrar a dose certa?". Não deixe de participar!

 

Confira o cronograma para o Ciclo de Palestras 2017 – 1º semestre:

 

Data: 07 de março, às 18h

Tema: "Lei 13.185/2015: o que muda com a nova lei de prevenção e combate ao bullying e cyberbullying"

Palestrante: Dra. Alessandra Borelli

Advogada atuante em Direito Digital, pós-graduada em Direito Bancário e Mercado de Valores Mobiliários pela FGV/SP, com extensão em Direito Digital pela Escola Paulista de Magistratura, Diretora Executiva da Nethics Educação Digital, Certified in "Safeguarding Children and Internet Safety" by the HST at United Kingdom, Coordenadora do Núcleo de Combate aos Crimes contra a Inocência da CDDC-OAB/SP, Membro efetivo da Comissão de Estudos de Tecnologia e Informação do IASP, do Conselho IT Compliance e Educação Digital da Federação de Comércio/SP, do Instituto DimiCuida, Membro Consultivo e Colaboradora do Manual de Orientação de Saúde da Criança e Adolescente na Era Digital da Sociedade Brasileira de Pediatria, professora convidada do Insper, coautora do livro Educação Digital, Ed. RT, 2015, da primeira Coleção de Educação para Cidadania Digital do Brasil, Ed. FTD, 2015 e de outros artigos relacionados ao tema, Coordenadora do Manual de Boas Práticas para Uso Seguro das Redes Sociais da OAB/SP e Co-Fundadora da Rede Doctors Way.

Para: Corpo docente e demais colaboradores

Tão importante quanto preocupar-se com a inclusão digital de nossos alunos e seus anseios diante desta nova realidade é saber para poder ensiná-los a tirar o melhor e mais seguro proveito destes fantásticos, sobretudo sorrateiros avanços. O que muda para as escolas e seus docentes com a Lei 13185/15 (bullying)? Cyberbullying também abrange a responsabilidade da escola? Quais as responsabilidades da escola e dos pais diante de ilícitos cibernéticos envolvendo seus alunos e docentes? Como agir diante do problema e evitar a judicialização do conflito? Todas essas questões serão abordadas para que a equipe do Colégio Uirapuru aprenda e trabalhe estes conhecimentos aos alunos.

 

Data: 15 de março, às 11h

Tema: "Na internet nem tudo o que parece é, mas e se for?

Palestrante: Dra. Solange Barros

Para: Alunos 4º e 5º anos

Nesta palestra, as crianças refletirão sobre o potencial da internet. Segundo a Dra. Solange, quando se fala em potencial, são considerados os aspectos positivos (o que a internet nos oferece de bom?) e os aspectos negativos (boatos, notícias falsas, sensação de anonimato e de falta de regras de utilização). Os alunos serão convidados a interagir com a palestra, de forma que, naturalmente, entenderão que a internet é um espaço público e que regras e cuidados são necessários. "Para essa faixa etária, ao mesmo tempo que precisamos conscientizar as crianças dos problemas e perigos que a internet oferece, é necessário, acima de tudo, mostrar a elas um cenário otimista e positivo quanto ao uso da rede, ” explica Dra. Solange.

 

Data: 21 de março, ás 7h30

Tema: "Os perigos da demasiada exposição da internet"

Palestrante: Dra. Camilla Jimene

Para: Alunos de 6º e 7º anos

Nesta palestra a conversa será sobre a exposição de suas vidas na internet. Acostumados diariamente com o uso de dispositivos eletrônicos como celular, crianças e adolescentes não percebem que muitas informações podem colocá-los em risco, como por exemplo: uma foto com a identificação da escola onde estudam, foto onde aparece o carro do pai ou da mãe, viagem de férias, "check-in" nos locais onde costumam frequentar... Todas essas situações serão abordadas para que os alunos entendam que tais informações expõem suas vidas, muitas vezes, colocando-as em risco.

       

Data: 21 de março, às 9h30

Tema: "Liberdade de expressão X violação do direito alheio: os limites da manifestação do pensamento e as suas implicações morais e legais"

 Palestrante: Dra. Camilla Jimene

Para: Alunos de 8º e 9º anos

Nesta palestra, Dra. Camila mostrará que internet não é terra sem lei. Segundo ela, não somos anônimos no mundo digital, tudo o que é feito na internet pode gerar provas e identificação. É preciso estar atento com postagens que manifestem racismo, ódio, homofobia, questões religiosas e preconceito para com imigrantes. É preciso que os jovens entendam que existe limitação na internet, todos estão sujeitos a responsabilizar-se por seus atos.

 

Data: 21 de março, às 11h30

Tema: "As atitudes de hoje e as consequências na vida pessoal e profissional do jovem de amanhã"

Palestrante: Dra. Camilla Jimene

Para: Alunos do Ensino Médio

Os jovens precisam ter muito cuidado com o conteúdo postado na internet. Hoje, sabe-se que muitas empresas antes de contratar um profissional procuram conhecer o candidato através de suas páginas nas redes sociais. Dra. Camila mostrará que todo conteúdo inserido na internet gera perpetualidade, ou seja, não basta apagar. A partir do momento que é publicado, alguém pode dar um "print" e repassar o conteúdo por meio de redes sociais e aplicativos. A palestra trará exemplos reais de jovens que tiveram suas vidas profissionais prejudicadas por conta de conteúdos inadequados.   

 

Papel de Pai, Papel de Filho

Data: 30 de março, às 19h30 

Tema: "O impacto das NTICs na saúde física e mental das novas gerações: como encontrar a dose certa?"

Palestrante:  Dra. Evelyn Eisentein

Para: Pais, Professores e Colaboradores

Em conversa com os pais, professores e colaboradores Dra Evelyn Eisenstein falará sobre os riscos que envolvem crianças e adolescentes no mundo online. Ela enfatizará os cuidados com a saúde e os transtornos comportamentais, que podem surgir com o uso inadequado da internet. Dra. Evelyn trará também as recomendações divulgadas pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

 

As vagas são limitadas. Garanta sua já a sua vaga - Clique aqui e inscreva-se!

 

Sobre os Palestrantes:

Dra. Alessandra Borelli

Advogada atuante em Direito Digital, pós-graduada em Direito Bancário e Mercado de Valores Mobiliários pela FGV/SP, com extensão em Direito Digital pela Escola Paulista de Magistratura, Diretora Executiva da Nethics Educação Digital, Certified in "Safeguarding Children and Internet Safety" by the HST at United Kingdom, Coordenadora do Núcleo de Combate aos Crimes contra a Inocência da CDDC-OAB/SP, Membro efetivo da Comissão de Estudos de Tecnologia e Informação do IASP, do Conselho IT Compliance e Educação Digital da Federação de Comércio/SP, do Instituto DimiCuida, Membro Consultivo e Colaboradora do Manual de Orientação de Saúde da Criança e Adolescente na Era Digital da Sociedade Brasileira de Pediatria, professora convidada do Insper, coautora do livro Educação Digital, Ed. RT, 2015, da primeira Coleção de Educação para Cidadania Digital do Brasil, Ed. FTD, 2015 e de outros artigos relacionados ao tema, Coordenadora do Manual de Boas Práticas para Uso Seguro das Redes Sociais da OAB/SP e Co-Fundadora da Rede Doctors Way.

 

- Dra. Solange Barros

Possui graduação em Processamento de Dados e mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1998). É professora assistente em tempo integral da Faculdade de Computação e Informática, no curso de graduação em Sistemas de Informação desde 1988. É Coordenadora da área de Programação do Núcleo Docente Estruturante do curso de Sistemas de Informação, da Faculdade de Computação e Informática, da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua em pesquisa na área de Tecnologia Educacional, principalmente com os seguintes temas: Ética computacional, Ética e segurança na Internet, novas tecnologias e ambientes virtuais de aprendizagem. Coordenadora do Laboratório de Estudos em Ética nos Meios Eletrônicos da Universidade Mackenzie, onde tem realizado diversas pesquisas quanto ao uso ético e seguro da Internet pelas crianças e adolescentes. Faz parte da equipe de coordenação de produção de Materiais Didáticos para o Ensino a Distância da Universidade Presbiteriana Mackenzie desde 2011.

 

- Dra. Camilla Jimene

Advogada especializada em Direito Digital e suas vertentes. Sócia do escritório Opice Blum, Bruno, Abrusio e Vainzof Advogados Associados. Pós-graduada em Direito Processual Civil pela PUC/SP. Professora do MBA de Direito Eletrônico da EPD – Escola Paulista de Direito. Professora convidada da Pós–Graduação dos cursos de Tecnologia da Informação e Computação Forense da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Professora convidada do MBA de Gestão de Riscos Financeiros, Corporativos e Compliance da FIPE –  Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. Membro consultora da Comissão da Mulher Advogada da OAB/SP, membro da Comissão Permanente de Estudos em Tecnologia da Informação do IASP – Instituto dos Advogados de São Paulo e membro do Conselho de IT, Compliance e Educação Digital da Fecomércio. Palestrante em diversos congressos e seminários realizados por instituições como UNESP, UNICAMP, PUC/SP, CAMPUS PARTY, entre outras. Autora do livro “O Valor Probatório do Documento Eletrônico” (2010) e coautora de artigos publicados nos livros “Educação Digital” (2015) e “Compliance: A Nova Regra do Jogo” (2016). 

- Dra. Evelyn Eisenstein
CRM 52.17387 

Médica pediatra e clínica de adolescentes, Professora associada da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, FCM-UERJ e Coordenadora de Telemedicina e do grupo de interesse especial SIG de saúde e medicina de crianças & adolescentes da Rede Universitária de Telemedicina, RUTE. Editora Cientifica da Revista Adolescência & Saúde. Membro da Sociedade Brasileira de Pediatria, SBP e do departamento científico DC de Adolescência e da SAHM, Society for Adolescent Health and Medicine. Diretora da Clínica de Adolescentes, no Rio de Janeiro e do Centro de Estudos Integrados, Infância, Adolescência e Saúde e coordenadora atual da Rede ESSE Mundo Digital, autora de livros e artigos científicos e CV Lattes público e acessível em  http://lattes.cnpq.br/4841735076416819