Baixe e conheça o nosso Aplicativo Uirapuru

Os alunos do Colégio Uirapuru já estão ansiosos para conferir a nova edição do Jornal Abra o Bico. O jornal é feito inteiramente por alunos do Ensino Médio do Colégio que podem, com total liberdade, expor seus sentimentos, ideias e hobbys por meio de crônicas, poesias, textos fictícios e artes. O objetivo desse jornal é que os alunos tenham esse espaço voltado para a arte.

O projeto nasceu em 2013 e a ideia inicial foi trazida pelo Professor Tiago Tozzi, que buscou inspiração em um jornalzinho feito por alunos da USP. Segundo a Professora de Redação, Mônica Martinez, ele nasceu para trabalhar a Língua Portuguesa. A possibilidade de autonomia no título e no tema fez com que o Abra o Bico se tornasse um “sujeito ideológico”. Com todas essas manifestações, o Colégio Uirapuru fez uma descoberta fantástica de novos talentos, que até então não tínhamos conhecimento. “Como professora eu fico muito orgulhosa e realizada em ver todas essas manifestações de arte”, explica Mônica.

O aluno Pedro Henrique Cardoso Navarro, responsável por uma crônica sobre Astronomia, disse “Eu gosto muito de estudar Astronomia. O Jornal Abra o Bico é uma oportunidade que temos de falar sobre algo que não é falado em sala de aula”. Gabriel Friedrich escreveu uma crônica, uma expressão do “eu” frente ao mundo. “Eu sempre gostei de escrever, mas quando aprendi sobre crônica me identifiquei. Como ficamos muito focados nos estudos para o vestibular, esquecemos de expressar nossos sentimentos”, explica Gabriel. Já a aluna Gisele Miyuki Takamune é responsável pelo desenho “Touro Chinês”. Ela conta que a ideia do desenho nasceu dentro da sala de aula, em uma comparação da professora. “Desenhar sempre foi uma paixão e no jornal temos total liberdade de expressão”, diz Gisele.

A 3ª edição do Jornal Abra o Bico chegará em breve para os alunos. A equipe que orienta os alunos para esse projeto é formada pelos professores: Mônica Martinez (Redação), Patrícia Silva (Gramática), Leilane Moraes (Redação e Literatura), Henrique Cavalcanti (Literatura) e Tiago Tozzi (Física).