Baixe e conheça o nosso Aplicativo Uirapuru

Na visão do Colégio Uirapuru, slogans são verdades na boa formação 

Beirando completar sua terceira década, a ser comemorada em 2019, o Colégio Uirapuru insiste em manter sua essência: oferecer o que há de melhor em educação, sempre baseada em conhecimentos, princípios e valores. Talvez essa seja a fórmula para o resultado positivo do caminho trilhado pelo colégio Uirapuru, idealizado pelo Professor e Diretor Arthur Fonseca Filho. “O mundo vive grandes transformações, marcos históricos já mudaram radicalmente pensamentos, costumes e culturas. Mas eu ainda acredito que o ser humano precisa de uma base sólida para se tornar agente transformador. O Colégio Uirapuru nasceu do sonho de um grupo de educadores que vislumbrava um mundo melhor, baseado na ética, no respeito, na solidariedade, no conhecimento e na alegria. Esse é o caminho a ser trilhado”, enfatiza Arthur.
Segundo a Coordenadora Maura Bolfer, o Colégio investe e traz para os alunos e colaboradores o que há de melhor em sistemas de aprendizagem. “Estamos atentos a tudo o que é novidade e o que realmente funciona na prática - esses artifícios facilitam a vida dos alunos e dos colaboradores. Mas além desta preocupação tecnológica e sistêmica, nos mantemos fiéis ao compromisso com a ética, responsabilidade social, transparência, formação de vínculos emocionais e conhecimento acadêmico”, explica a coordenadora.
O Colégio Uirapuru atende: Berçário, Educação Infantil, Ensino Fundamental I e Fundamental II, Ensino Médio, além de atividades extracurriculares como  projetos de aprendizado em Língua Inglesa (Lively Bird, Lively Teen, Middle School e High School), incentivo às equipes esportivas e orientação para equipes participantes de jogos escolares.
Diante dos importantes slogans apresentados no título desta matéria, não se pode esquecer também do pensador suiço Jean Piaget, que dizia que não é a escola que forma, mas é uma das condições formadoras.  Para ele, as crianças possuem disposições genéticas que se desenvolverão no encontro com a “condição formadora”, ou seja, a educação não se dá nem de “fora para dentro” e nem “de dentro para forma”, mas sim na junção destas condições. Também não podemos deixar de lembrar de outro pensador Vygostsky que nos traz a importância do desenvolvimento e da aprendizagem a partir das relações interpessoais, num processo histórico – cultural.
Para o Colégio é necessário que o aluno seja instigado a participar, questionar, desenvolver o pensamento criativo e se capacitar para resolver problemas, sempre conciliando conhecimentos teóricos e práticos. Mas é ainda mais importante que a tradição se mantenha por meio da ética e do respeito. “Nosso objetivo é fazer com que nossos alunos se tornem cidadãos providos de pensamento crítico, iniciativa, criatividade, independência e responsabilidade social. Dessa maneira, o aprendizado se transforma em bagagem, capaz de levá-los por caminhos distantes onde os sonhos se tornam realidade”, finaliza Arthur Fonseca Filho.