formando pessoas que fazem a diferença no mundo.
Baixe e conheça o nosso Aplicativo Uirapuru

Os alunos do Ensino Médio participaram de uma atividade muito enriquecedora, dia 7 de junho no Teatro Municipal Teotônio Vilela. Eles assistiram a apresentação do espetáculo “O Cortiço”, obra adaptada do romance de Aluísio Azevedo e, em seguida, participaram de uma Aula Show. Durante a aula, uma equipe formada pelos professores do Colégio Uirapuru apresentou e fez considerações importantes acerca do clássico sempre presente nos mais importantes vestibulares. Os Professores Leilane (Literatura), Gustavo (História e Humanidades), Mônica (Redação) e Eduardo (História Geral) contextualizaram a peça no tempo, na história do país, nas marcas literárias e o que de mais importante os alunos não podem esquecer.  
O projeto “Livro em Cena”, do Grupo Bravíssima Produções, transforma livros do vestibular em peças de teatro. Segundo o diretor, Ricardo Tejada, esse projeto tem como objetivo auxiliar alunos para que compreendam melhor obras importantes para o vestibular.
“O Cortiço” narra a história de um comerciante português, que enriquece às custas de alguns personagens. A história se passa no século XIX, no Rio de Janeiro. Durante a apresentação, várias histórias vão acontecendo e em meio a intrigas, homicídio e traições, o cortiço vai tomando forma. São abordados temas polêmicos como preconceito racial, escravidão, homossexualismo e submissão feminina. O espetáculo conta com seis atores, que se dividem em muitos personagens.
O Teatro Teotônio Vilela ficou tomado pelos alunos do Colégio Uirapuru, que gostaram muito da encenação. Os professores foram ovacionados e ficaram muito felizes com o carinho com que foram recebidos pelos alunos. A coordenadora do Ensino Médio, Elaine Cobos, explicou que os professores foram até Campinas para conhecer o projeto e acharam muito interessante. “Houve toda uma preparação, alunos e professores ficaram muito motivados com este projeto. Ir ao teatro é muito enriquecedor, e, neste caso, tenho certeza que ajudará muito nossos alunos a entender melhor a obra de Aluísio Azevedo”, explica Elaine.  
Confira alguns momentos.